Problema de Ereção

Como resolver o Problema de Ereção ?

 

O Problema de Ereção contínua pode estar associado a algum distúrbio como Impotência Sexual também conhecida por Disfunção Erétil, Situação muito comum vivida na grande maioria dos Homens.

Saiba que grande parte dos Homens conhecem a disfunção Erétil, em alguns casos são passageiros mas se não tratado logo pode durar por uma vida toda.

Mas pelo fato de haver um enorme tabu sobre essa informação, eles tem vergonha de expor o problema que estão enfrentando até para suas próprias parceiras.

nesse Post iremos abordar um estudo direto a todos os Homens que tem essa dúvida, veremos com detalhes o que vem a ser Impotência sexual.

 

impotência pode ser tratada

O que é impotência sexual e porque está tão em moda ?

 

Impotência sexual é um distúrbio fisiológico que faz com que o pênis não fique ereto o suficiente para fazer a penetração durante a relação sexual.

Também conhecido como disfunção erétil, é uma condição física que normalmente atinge homens a partir dos 50 anos, mas que está ocorrendo em pacientes mais jovens nos dias de hoje.

Isso ocorre pelo aumento das tarefas no dia a dia. Atualmente as pessoas trabalham, estudam, praticam esportes e com isso não conseguem muito tempo para o lazer e ainda para cuidar melhor da saúde.

O estresse contínuo pode levar a uma depressão, ou outros distúrbios mentais/emocionais que acarretarão na dificuldade de manter relações sexuais completas.

Nosso organismo é um conjunto de órgãos e funções complexas que precisam de vários fatores para funcionarem corretamente, e quando algo não vai bem na mente, o corpo acaba não respondendo como deveria.

Isso não quer dizer que toda causa da disfunção erétil está relacionada com os problemas emocionais, existem outros fatores, mas quando a mente está em paz, o corpo também responde à altura.

 

Quais são as causas principais da impotência sexual

Nos homens mais velhos a impotência sexual é quase que uma resposta para a idade que vai avançando, enquanto o organismo vai perdendo a capacidade de exercer algumas funções.

Mas, como atualmente o problema está afetando homens abaixo da casa dos 40 anos, a coisa acaba se apresentando de uma forma muito mais complexa e alarmante.

 

Veja o que o Urologista Márcio Averbeck fala sobre o assunto:

 

 

Segundo a reportagem essas são Algumas das causas prováveis da disfunção erétil

 

  • Uso de medicamentos controlados

Homens que precisam usar medicação controlada como antidepressivos, anti-hipertensivos e antipsicóticos têm uma grande chance de desenvolverem disfunção erétil com o passar do tempo, devido a grande quantidade de produtos químicos fortíssimos presentes nesses medicamentos. A ação desses elementos prejudica a produção de testosterona deixando o homem mais suscetível a ter impotência.

 

  • Alcoolismo

O álcool é uma substância que em pequenas doses pode estimular o desejo sexual, mas em grande quantidade elimina a capacidade de ereção do pênis devido sua ação no sistema nervoso central. Assim, as histórias de transas loucas com o parceiro bêbado não funcionam bem para os homens, pois a ereção pode ficar bem comprometida conforme a quantidade de álcool consumido.

 

  • Dependência de drogas

Pessoas que possuem dependência de drogas ilícitas também podem ter problemas de impotência sexual. Da mesma forma que os medicamentos controlados, o problema é a ação de elementos químicos fortes dentro da circulação sanguínea.

 

  • Doenças crônicas

Diabetes, hipertensão, aterosclerose, insuficiência renal são doenças crônicas que podem desencadear na disfunção erétil. Aqui o distúrbio pode ser desencadeado pela má formação hormonal, ou ainda pelo efeito dos medicamentos que são usados para esses problemas.

 

  • Deformidades no órgão genital

Fibroses, cistos, tumores e outros tipos de deformidades podem levar a falta de capacidade de ereção do pênis. Sempre que algum desses elementos surgir, é importante fazer uma consulta médica, para diagnosticar e realizar o tratamento correto.

 

  • Doenças Neurológicas

Mal de Parkinson, Alzheimer, esclerose múltipla, tumores no cérebro e lesões na medula também são causas para ocorrência da impotência sexual.

 

  • Traumas psicológicos

Dentre os problemas externos que podem levar à impotência sexual, os traumas psicológicos são os mais comuns. Às vezes um relacionamento muito conturbado, cheio de brigas e desentendimentos, pode levar à falta de desejo pela(o) parceira(o) e, com isso, não conseguir ter uma ereção potente. Por isso antes de começar a tomar remédios que podem piorar ainda mais o problema, é importante conversar muito com a(o) parceira(o).

 

  • Pressão da Mídia

Hoje em dia, com o empoderamento feminino cada vez mais forte, as mulheres tornaram-se muito mais exigentes, o que pode deixar o homem com ansiedade para corresponder, o que pode sobrecarregar o cérebro e ter o efeito contrário.

 

Como saber se é mesmo disfunção erétil

Para assegurar um diagnóstico de impotência sexual é preciso que durante os 6 últimos meses, mais de 50% das tentativas de penetração tenham sido fracassados por causa da flacidez do pênis.

Quando o homem está sentindo desejo e vontade de ter relações e o pênis não fica ereto o suficiente, pode ser sim um problema mais sério de disfunção erétil.

É importante procurar um profissional qualificado para fazer um diagnóstico acertado, e indicar o melhor tratamento, afinal a Disfunção Erétil é bem mais comum do se Imagina. Veja >>  Aqui

 

Impotência Sexual

A ejaculação precoce tem relação com a impotência?

Ejaculação precoce é quando o homem atinge o prazer sexual muito rápido enquanto está mantendo relações sexuais.

Quando ocorre ocasionalmente não deve ser motivo para desespero, mas se for uma ocorrência comum, então é preciso procurar um médico para diagnosticar e tratar corretamente do problema.

Não necessariamente a ejaculação precoce está relacionada com a impotência sexual, mas as duas podem ser o resultado de distúrbios mais sérios e generalizados como os que foram citados anteriormente.

Nossa resposta sexual está ligada a vários fatores, incluindo os emocionais, assim cuidar bastante da saúde mental/emocional é primordial para ter uma vida sexual mais satisfatória.

 

Como resolver o problema da impotência sexual?

Existem muitas formas de tratamento para a disfunção erétil e antes de seguir qualquer caminho é preciso saber a causa correta do problema.

Dentro dos medicamentos temos o Viagra e o Cialis que promovem a potencialização momentânea da ereção para que o ato sexual se consuma.

Os dois promovem efeitos colaterais indesejados, como taquicardia, AVC e outros problemas relacionados ao coração e circulação sanguínea.

Existem muitas ervas que consumidas diariamente na forma de chá, podem ajudar a elevar a libido e com isso também o problema de impotência.

Dentre as ervas mais conhecidas como afrodisíacas temos catuaba, marapuama, ginseng, guaraná, tribulus terrestris, maca peruana.

Todas elas podem ser consumidas como chá e preparadas em infusão (água fervendo em cima de um pouco de erva, coar e tomar várias vezes ao dia, por vários dias).

 

Suplementos resolvem, SIM ou NÃO?

Suplemento resolve impotência ?

Atualmente existem muitos suplementos que prometem proporcionar ereções mais fortes e prolongadas, aumentando o prazer dos parceiros sexuais.

Uma boa notícia desses produtos é que todos eles são preparados com ervas naturais, como o caso do Power blue, inclusive algumas das que foram citadas acima.

Assim, se esses suplementos forem consumidos diariamente em uma dosagem correta, sim eles podem ajudar e muito a resolver o problema de impotência sexual.

A maioria deles age no aumento da circulação sanguínea que é o segredo para ter o pênis mais cheio e mais duro, através da transferência de sangue para os corpos cavernosos que revestem todo o órgão.

A única recomendação é ficar de olho se os produtos que compõem a fórmula do suplemento são mesmo naturais e se existe uma certificação da ANVISA provando que o medicamento não prejudica a saúde.

Consumir produtos afrodisíacos em forma de cápsulas é a melhor maneira de garantir mais saúde para o órgão genital e ainda sem precisar ficar fazendo chás.

O importante é que com o avanço da medicina nos dias de hoje, mesmo problemas que afetem o órgão diretamente podem ser resolvidos com próteses, ficando quase impossível não haver solução para algum caso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *