O que é Colágeno ?

O que é colágeno e porque é tão importante para o ser humano 

o que é o colageno

Colágeno, é uma proteína considerada primordial para a formação da matriz extracelular do tecido conjuntivo, além de ser responsável pela maior parte de suas propriedades físicas.

Trocando em miúdos o parágrafo acima, colágeno é uma substância produzida naturalmente pelo organismo e que é responsável pela sustentação da pele e de outros tecidos presentes no corpo humano, esses são alguns dos benefícios do colágeno.

Hoje em dia, com a busca constante pela beleza e, principalmente, pelo rejuvenescimento, as pessoas (mulheres em sua maioria) começaram a prestar mais atenção no colágeno.

Sendo a proteína responsável pela sustentação da pele, a partir dos 30 anos sua produção natural começa a diminuir no organismo, o que faz com que problemas como flacidez e celulite apareçam em regiões específicas do corpo.

Além da celulite e flacidez , a ausência de colágeno também permite que rugas e linhas de expressão se apresentem de forma mais aparente, tornando os sinais de envelhecimento cada vez mais evidentes.

É por isso que atualmente, existe uma busca constante pelo aumento da produção de colágeno pelo organismo, e também uma produção considerável de suplementos de colágeno nas mais variadas formas.

O colágeno é sintetizado em nosso organismo dentro das células quando é transportado para fora através da ação de enzimas que polimerizam essa proteína.

Rugas na pele por falta de colageno

É formado basicamente por glicina, prolina e lisina além de hidroxilisina e hidroxiprolina, que são aminoácidos e que dependem da Vitamina C para serem produzidos através da ação de enzimas específicas.

O consumo de Vitamina C é fundamental para que a produção de colágeno seja feita de forma eficaz.

A ausência de Vitamina C no organismo provoca a doença chamada escorbuto que degenera os tecidos, além de causar hemorragia e a queda dos dentes.

O colágeno representa mais de 30% das proteínas totais do nosso corpo e é obtido externamente principalmente através do gado bovino.

A falta de colágeno no organismo é denominada colagenose, e produz problemas como rigidez muscular, má formação dos ossos, inflamação nas juntas dos músculos, além de inúmeras doenças da pele.

Todos os mamíferos produzem colágeno naturalmente e o uso dessa proteína é muito amplo incluindo setor alimentício (produção de embutidos, iogurtes e sobremesas de preparo fácil), como na área de cosméticos e produtos farmacêuticos (cápsulas são feitas de colágeno).

Quais são os tipos de colágeno?

Cada função do nosso organismo ao qual o colágeno está relacionado possui um tipo diferente de colágeno que a identifica.

Veja abaixo os tipos de colágeno do nosso organismo:

Colágeno Tipo I

Tipo mais comum. Está nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum, no tecido conjuntivo denso (onde é predominante sobre os outros tipos), sempre formando fibras e feixes, ou seja, está presente nos ossos, tendões e pele. Fibras espessas de colágenas organizadas lado a lado é que dão grande resistência aos tendões.

Colágeno Tipo II

É produzido por condrócitos, aparece na cartilagem hialina e na cartilagem elástica. Não produz feixes. Presente nos discos intervertebrais, olhos e cartilagem. A suplementação de Colágeno tipo II é indicada para tratamento de artrose, por ajudar a recompor a cartilagem das articulações.

Colágeno Tipo III

Presentes em músculo lisoendoneuro e nas trabéculas dos órgãos hematopoieticos (baçonódulos linfáticosmedula óssea vermelha); artériasfígadoútero e camadas musculares do intestino. Abundando no tecido conjuntivo frouxo, é encontrado na artéria aorta do coração, nos pulmões, nos músculos dos intestinos, fígado, no útero. Constitui as fibras reticulares.

Colágeno Tipo IV

Aparece na lâmina basal, um dos componentes da membrana basal dos epitélios. Presente nas lentes da cápsula ocular, glomérulos.

Colágeno Tipo V

Tem presença na maioria dos tecidos localizados no interior, especialmente na cobertura de vários elementos funcionais do corpo, tais como órgãos. Serve para dar a essas partes do corpo o poder de esticar e resistir a todos os tipos de fatores.

Colágeno Tipo VI

Existe no sangue e na camada íntima da placenta.

Colágeno Tipo VII

Forma as membranas corioaminióticas e na placenta (só presente quando a mulher está grávida).

Colágeno Tipo VIII

Basicamente endotélio.

Colágeno Tipo IX

Mantém as células unidas e é o principal componente de proteína dos órgãos.

Colágeno Tipo X, XI e XII

É o que está mais presente nas cartilagens.

Como você viu acima, existem 12 tipos de colágeno em nosso organismo, mas os que realmente fazem diferença na aparência da nossa pele são os tipos 1 e 3.

O tipo 2 muito importante também é aquele que responde pela sustentação dos nossos tendões e articulações.

Mas, não é porque cada colágeno tem um tipo diferente que podemos ficar sem um e outro. Jamais. Na verdade no processo de sustentação um tipo é quase interdependente do outro para formar as cadeias necessárias em sua formação final.

Suplemento de Colageno

Como suplementar o colágeno que falta em nosso organismo

A boa notícia nos dias atuais é que é possível suplementar o colágeno de maneira prática e completamente insípida (sem gosto).

O mercado está cheio de suplementos de colágeno que podem ser encontrados em 3 tipos principais: cápsulas, pó e líquido.

Qualquer dos tipos de colágeno utilizado para suplementação precisa passar pelo processo de hidrólise que significa “quebra pela água”, pois a proteína de colágeno natural é muito grande e não é absorvida facilmente pelo organismo.

Depois de passar pelo processo de hidrólise o colágeno se transforma em uma cadeia menor e que é absorvida quase 90% pelo organismo através do trato intestinal, garantindo que vá facilmente para a corrente sanguínea.

Por isso, sempre que procurar um suplemento de colágeno procure no rótulo se ele é “hidrolisado”, assim saberá que está adquirindo um produto que será absorvido pelo organismo com facilidade. Exemplo bem claro é o Colastrina, veja sobre o Colastrina aqui.

Incluir alimentos ricos em colágeno, ou que facilitem sua produção pelo organismo também é uma forma muito eficiente de melhorar a qualidade da pele e tecidos.

É importante lembrar que não basta apenas consumir os alimentos ricos em colágeno, mas também ingerir alimentos que facilitem a sintetização do colágeno no organismo (a vitamina C é um exemplo que citamos acima).

Assim, incluir os alimentos abaixo em sua dieta, ajudará a aumentar a quantidade de colágeno em seu corpo:

  • Gelatina
  • Carnes
  • Ovos
  • Frutas Cítricas
  • Frutas Vermelhas
  • Oleaginosas
  • Aveia
  • Tomate, pimenta e beterraba
  • Vegetais de cor verde escura
  • Vegetais de cor laranja
  • Soja
  • Chá branco
  • Alho
  • Ostras

Alimento Rico em colageno

Seja qual for a forma de suplementação escolhida é importante escolher sempre produtos de qualidade e que possam proporcionar resultados eficazes no combate ás rugas, celulite e flacidez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *