Disfunção Erétil tem Cura ?

Como curar a Disfunção Erétil ?

 

Se você sofre de disfunção erétil, existem várias ações que você pode fazer com toda a probabilidade de melhorar sua capacidade de obter e manter ereções , realizar-se na cama e fazer com que sua disfunção erétil desapareça ou se torne significativamente  menos grave .


 

Disfunção erétil naturalmente curada

Não há truque ou atalho simples para curar a disfunção erétil, se você quiser encontrar uma solução para a disfunção erétil, você precisará de alguma persistência e paciência .

Mas antes de entrarmos nos detalhes sobre como você pode  curar a disfunção erétil, vamos primeiro entender o que é a disfunção erétil.

 

O que é a Disfunção Erétil?

Das disfunções sexuais masculinas comuns, a disfunção erétil (também conhecida como impotência Sexual) é provavelmente a mais comum das disfunções vividas por um Homem.

Outras disfunções de que você pode ter ouvido falar são a ejaculação precoce, baixa qualidade espermática ou contagem de espermatozóides e baixa libido (ou desejo sexual).

A disfunção erétil é definida como a incapacidade de obter e manter uma ereção adequadamente difícil para a relação sexual.

Em outras palavras, uma pessoa que sofre de disfunção erétil não será capaz de fazer sexo com penetração, porque seu pênis não é forte o suficiente.

 

 

Muitos homens, em algum momento, foram incapazes de “levantá-lo”. Pode haver muitas razões para isso, já que o processo de obtenção de uma ereção consiste em uma reação em cadeia de eventos que é muito complexa.

É normal ocasionalmente não conseguir ter ereções, O corpo nem sempre funciona de maneira ideal. Há diversas razões e motivos para que o corpo não responda sempre de forma positiva a seus estímulos recebidos.

 

Porque é Importante enfatizar isso ?

Porque a disfunção erétil é definida como a incapacidade de obter e manter as ereções adequadamente para a relação sexual durante um período de várias semanas ou meses .

Em outras palavras, a condição de disfunção erétil acarreta dificuldades persistentes a médio ou longo prazo, e não em eventos isolados.

 

A Disfunção Erétil  pode assumir mais de uma forma:

:: Disfunção Erétil Primária
Quando o homem nunca fora capaz de conseguir uma ereção. Representa aproximadamente 10% dos casos.

:: Disfunção Erétil Secundária
Quando o homem obteve ereções no passado, porém não pode tê-las atualmente. Este é tipo mais comum.

:: Disfunção Erétil Situacional
Quando só consegue ereções em determinadas situações ou com determinadas pessoas. Por exemplo, consegue ereções adequadas extra-matrimonialmente, porém não consegue com sua parceira habitual, ou vice-versa. Um dos casos mais habituais ocorre quando da primeira relação com uma nova pessoa.

:: Disfunção Erétil Total
Quando a falta de ereção é completa.

:: Disfunção Erétil Parcial
Quando se produz certa ereção, porém não é suficiente para a realização do ato sexual.

Votaremos a abordar mais sobre esse assunto Aqui: Problema de Ereção

 

O pênis é flácido a maior parte do tempo, somente quando você fica ‘ Excitado ‘ é que o seu pênis normalmente começa a se encher de sangue para ficar ereto, mas qual é o processo por trás dessa ereção? Como você fica Ereto?

Ereção Masculina

Vamos começar do começo:

Esse processo é desencadeado por dois mecanismos principais: estimulação direta ou estimulação proveniente do cérebro (fantasia, cheiro, entre outros).

Quando há essa estimulação, produtos químicos são liberados no cérebro e causam a passagem de sinais para medula espinhal, nervos e pênis.

Os nervos liberam uma substância química que faz com que o músculo liso relaxe e o sangue corra e cause a ereção. Caso haja ansiedade ou medo, é possível que os sinais cerebrais não consigam atingir o nível necessário para induzir a ereção.

Completado esse ciclo, o corpo masculino se prepara para o orgasmo. A tensão muscular e os movimentos involuntários aumentam ainda mais, especialmente na pélvis.

frequência cardíaca também é elevada – entre 150 e 175 batimentos por minuto. Um líquido claro pode começar a fluir a partir da uretra.

O orgasmo em si ocorre em duas fases: emissão e ejaculação. Na primeira, o homem chega à inevitabilidade ejaculatória, o “ponto de não retorno”, no qual o sêmen é depositado perto do topo da uretra pronto para a ejaculação.

Na segunda, ocorre uma série de contrações dos músculos do pênis e no entorno da base do ânus, liberando o sêmen. Depois da ejaculação, o pênis começa a perder a ereção.

Quando há essa estimulação, produtos químicos são liberados no cérebro e causam a passagem de sinais para medula espinhal, nervos e pênis.

Os nervos liberam uma substância química que faz com que o músculo liso relaxe e o sangue corra e cause a ereção. Caso haja ansiedade ou medo, é possível que os sinais cerebrais não consigam atingir o nível necessário para induzir a ereção.

Completado esse ciclo, o corpo masculino se prepara para o orgasmo. A tensão muscular e os movimentos involuntários aumentam ainda mais, especialmente na pélvis.

frequência cardíaca também é elevada – entre 150 e 175 batimentos por minuto. Um líquido claro pode começar a fluir a partir da uretra.

O orgasmo em si ocorre em duas fases: emissão e ejaculação. Na primeira, o homem chega à inevitabilidade ejaculatória, o “ponto de não retorno”, no qual o sêmen é depositado perto do topo da uretra pronto para a ejaculação.

Na segunda, ocorre uma série de contrações dos músculos do pênis e no entorno da base do ânus, liberando o sêmen. Depois da ejaculação, o pênis começa a perder a ereção.

 

 

A dopamina é uma parte fundamental desse processo, porque é a dopamina que expulsa tudo. A dopamina é também amplamente responsável pelo seu desejo sexual.

O óxido nítrico é outra parte essencial, porque é isso que faz com que os níveis de cálcio diminuam.

O óxido nítrico também ajudará os vasos sanguíneos no pênis a se expandirem, de modo que mais sangue possa ser transportado para o pênis.

A Testosterona também é super importante porque suporta o processo de preenchimento do pênis com sangue, é necessária para que a dopamina e o óxido nítrico realizem suas tarefas e é responsável por um sistema sexual saudável e que funcione bem.

Agora que entendemos a disfunção erétil e como um homem tem uma ereção, vamos dar uma olhada em  como a disfunção erétil é comum em todo o mundo.

Vejamos AQUI  >>>  Disfunção Erétil é comum ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *